Brasil só volta ao patamar pré-pandemia em 2025, calcula FGV

Ribeirão: Veja o funcionamento do comércio e shoppings no feriad
11 de outubro de 2021
A queda brusca da Bolsa de Valores (B3) em setembro assustou alguns investidores
14 de outubro de 2021

Se o Brasil dobrar a taxa de crescimento dos anos 2021 e 2022 a partir de 2023, ou seja, considerando um cenário otimista, a retomada econômica ao patamar pré-pandemia deve ocorrer no último trimestre de 2025, indica um estudo da coordenadora do Boletim Macro do FGV Ibre, Silvia Matos, a pedido da Folha de São Paulo.

Em um estudo semelhante feito pela OCDE, as economias do G20 alcançarão o patamar que seria a tendência pré-pandemia no último trimestre de 2022. Os países emergentes seguirão atrasados. Continua após a publicidadehttps://31202edf5e42bd32ec110ba89e2e1bc2.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Segundo a economista, não basta voltar para o patamar pré-pandemia, mas voltar a ter tendência de crescimento. “Voltar à nossa mediocridade anterior, não dá para comemorar”, disse ao jornal. 

Ela lembra que a média de crescimento de 2017 a 2019 já era fraca. 

Emprego

Quanto à taxa de desemprego, essa deve continuar alta até 2026. O FGV Ibre estima que o desemprego estará em 12,7% no final de 2022, ainda acima do patamar do final de 2019 (11,6%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *