Dólar opera em queda nesta segunda, abaixo de R$ 4,10

Estoque de trabalhadores formais na região de Ribeirão Preto tem alta de 1,2% em junho, o melhor desempenho do Estado
24 de agosto de 2018
INSS começa a pagar o 13º a 300 mil aposentados e pensionistas na região
28 de agosto de 2018

Na semana passada, o dólar acumulou avanço de 4,86%. No mês, a valorização é de 9,36% e, no ano, de 23,88%

O dólar opera em queda na manhã desta segunda-feira (27), abaixo de R$ 4,10, após ter acumulado valorização de quase 5% sobre o real na última semana, monitorando o cenário externo e o noticiário sobre a cena eleitoral local.

Às 10h18, a moeda norte-americana caía 0,69%, vendida a R$ 4,0765. Mais cedo, chegou a subir e bateu R$ 4,1164. O dólar turismo era negociado a R$ 4,26, sem considerar o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF). Veja mais cotações

Na sexta-feira, o dólar encerrou o pregão em queda de 0,42%, a R$ 4,1047. Na semana, porém, teve alta de 4,86%. No mês, a valorização é de 9,36% e, no ano, de 23,88%.

À espera de novidades na corrida eleitoral, os investidores também acompanham o cenário internacional, em dia de recuo do dólar ante a cesta de moedas após o chairman do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, ter mantido na sexta-feira o discurso de gradualismo para a política monetária norte-americana, destaca a agência Reuters. Desta forma, segue a avaliação de duas novas altas nos Estados Unidos até dezembro.

Também ajudava no humor um iminente acordo entre EUA e México sobre o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), o que favorecia o avanço do peso mexicano ante o dólar.

dólar opera em queda na manhã desta segunda-feira (27), abaixo de R$ 4,10, após ter acumulado valorização de quase 5% sobre o real na última semana, monitorando o cenário externo e o noticiário sobre a cena eleitoral local.

Às 10h18, a moeda norte-americana caía 0,69%, vendida a R$ 4,0765. Mais cedo, chegou a subir e bateu R$ 4,1164. O dólar turismo era negociado a R$ 4,26, sem considerar o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF). Veja mais cotações

Na sexta-feira, o dólar encerrou o pregão em queda de 0,42%, a R$ 4,1047. Na semana, porém, teve alta de 4,86%. No mês, a valorização é de 9,36% e, no ano, de 23,88%.

À espera de novidades na corrida eleitoral, os investidores também acompanham o cenário internacional, em dia de recuo do dólar ante a cesta de moedas após o chairman do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, ter mantido na sexta-feira o discurso de gradualismo para a política monetária norte-americana, destaca a agência Reuters. Desta forma, segue a avaliação de duas novas altas nos Estados Unidos até dezembro.

Também ajudava no humor um iminente acordo entre EUA e México sobre o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), o que favorecia o avanço do peso mexicano ante o dólar.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 4,8 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de setembro, no total de US$ 5,255 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *