Dólar sobe 1,1%, a R$ 3,29; Bolsa cai 1,5%, com tombo de 11% da JBS

Índice de Confiança do Consumidor registra estabilidade em abril, aponta FecomercioSP
19 de maio de 2017
Número de empresários do varejo com estoques elevados cai de forma acelerada em maio
23 de maio de 2017

O mercado financeiro segue em clima de tensão nesta segunda-feira após as denúncias de Joesley Batista contra o presidente Michel Temer, que pressionam câmbio, ações e juros desde quarta-feira passada. O dólar comercial opera em alta de 1,16%, a R$ 3,293, mesmo com o Banco Central atuando por meio da venda de dólares no mercado futuro (operação de swap cambial). Na Bolsa, o índice de referência Ibovespa recua 1,56%, aos 61.658 pontos. As ações da JBS são o destaque negativo, despencando 11,13% (R$ 7,74).

No mercado de juros, os contratos futuros também têm sessão de nervosismo. O contrato DI para janeiro de 2018 sobe a 9,71%, de 9,67%, enquanto o para janeiro de 2019 avança a 10,11%, de 9,97%. O papel para janeiro de 2021 sobe a 11,42%, antes 11,17%.

Na quinta-feira da semana passada, o câmbio subiu 8,16%, a maior alta desde 1999 diante da crise política gerada pela delação da JBS que envolve diretamente o presidente Michel Temer. Na sexta-feira, no entanto, o dólar fechou em queda de 3,92%, a R$ 3,257. No mercado de ações, após desabar mais de 8% na quinta-feira, o índice Ibovespa subiu 1,69%, aos 62.639 pontos.

Apesar do acirramento da crise política, o mercado financeiro fez poucas alterações no cenário da economia brasileira para 2017 e 2018, segundo o último Boletim Focus. A previsão para a taxa de juros no fim deste ano e do próxima se manteve em 8,50%, enquanto a estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) ficou estável em 0,50% para 2017 e em 2,50% em 2018. Pela 11ª semana seguida, a projeção de inflação para o ano de 2017 foi reduzida, para 3,92%. Já as expectativas para o câmbio caíram de R$ 3,25 para R$ 3,23 para o fim de 2017 e permaneceram em R$ 3,36 para o fim do próximo ano.

Fonte: Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *