Intenção do empresário em investir e contratar aumenta novamente em janeiro

Mercado de trabalho do varejo da região de Ribeirão Preto cria 1.394 empregos formais em novembro
25 de janeiro de 2019
Confiança do consumidor tem leve alta de 0,7% em janeiro, aponta FecomercioSP
29 de janeiro de 2019

De acordo com a FecomercioSP, o Índice de Expansão do Comércio apontou alta de 9,2% comparado ao mesmo período de 2017

O Índice de Expansão do Comércio (IEC), calculado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), registrou mais uma alta em janeiro (1,1%), ao passar de 107,7 pontos em dezembro para os atuais 108,8. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o indicador também apontou crescimento de 9,2%.

Os dois indicadores que compõem o IEC subiram em janeiro. A propensão do empresário a investir aumentou 0,6% em relação a dezembro, de 86,6 pontos para 87,1 no mês atual. Em comparação com janeiro de 2017, quando apresentava 82,1 pontos, obteve alta de 6,1% .

O item que mede a expectativa de novas contratações subiu 1,4% na mesma base de comparação, com 130,5 pontos em janeiro, ante os 128,8 pontos em dezembro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o índice também apontou aumento expressivo de 11,3%, quando registrou 117,3 pontos.

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, a proposta geral de política econômica do novo governo foi bem recebida pelos empresários do comércio, visto os resultados das vendas de Natal. Isso aumentou a propensão tanto de empregar quanto de investir, e alimenta um ciclo positivo mesmo antes de propostas serem efetivadas, ao menos por alguns meses. Para a Entidade, o País parece entrar em um processo de recuperação mais profundo e evidente, que será consolidado com as edições das medidas, o que deve renovar a economia e tornar o ambiente mais acolhedor a novos investidores. O momento atual é positivo e de expectativas.

Nota metodológica
O Índice de Expansão do Comércio (IEC) é apurado mensalmente pela FecomercioSP desde junho de 2011, com dados de cerca de 600 empresários. O indicador vai de zero a 200 pontos, representando, respectivamente, desinteresse e interesse absolutos em expansão de seus negócios. A análise dos dados identifica a perspectiva dos empresários do comércio em relação a contratações, compra de máquinas ou equipamentos e abertura de novas lojas. A pesquisa é referente ao município de São Paulo, mas sua base amostral reflete o cenário da região metropolitana.

Fonte: FecomercioSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *