Pequenas empresas que aceitam pagamento via Pix têm menor perda de faturamento

Caixa reduziu juros da casa própria atrelados à poupança, mas vale a pena?
30 de setembro de 2021
Produto que reduzir o peso deverá avisar consumidor na embalagem por seis meses
4 de outubro de 2021

Comércio é o setor que mais aderiu ao sistema do Banco Central, segundo uma pesquisa do Sebrae e da FGV

Siga o iG no Google News

PorBrasil Econômico|30/09/2021 15:32

Pequenas empresas que aderiram ao Pix têm menor perda de faturamento
Ana Carol SoaresPequenas empresas que aderiram ao Pix têm menor perda de faturamento

Pequenas empresas que aderiram ao  Pix tiveram uma queda de faturamento 11% menor do que os negócios que ainda não aceitam pagamentos pelo sistema. É o que revela uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

De acordo com o levantamento, realizado na última semana de agosto, os empresários que aderiram ao Pix tiveram uma perda de 33%, enquanto aqueles que não usam o sistema registraram queda de 44%. O estudo também apontou que 77% dos negócios já utilizam esse meio de pagamento.

Veja os setores que mais utilizam o Pix:

  • Comércio: 86%;
  • Indústria: 73%;
  • Serviços: 72%;
  • Agropecuária: 69%;
  • Construção Civil: 65%.

Já as atividades que mais utilizam o serviço são:

  • Pet shops e serviços veterinários: 93%;
  • Serviços de saúde: 88%;
  • Alimentação: 88%;
  • Beleza: 87%;
  • Academias: 86%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *