Vendas do varejo paulista devem crescer 8,5% em novembro, mês da Black Friday, aponta FecomercioSP

Varejo paulista apresenta estabilidade na geração de empregos formais em setembro, aponta FecomercioSP
24 de novembro de 2017
Intenção de consumo sobe 11,7% em um ano e atinge 82,6 pontos em novembro, o maior patamar desde maio de 2015
28 de novembro de 2017

Segundo projeção da Entidade, faturamento dos setores de autopeças e acessórios e de eletrodomésticos e lojas de departamentos devem crescer no período 19,9% e 14,5%, respectivamente

As vendas do comércio varejista paulista devem atingir R$ 55,2 bilhões em novembro, mês da tradicional Black Friday, crescimento de 8,5% em termos reais em relação ao mesmo período de 2016. As projeções são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O segmento de autopeças e acessórios, um dos mais beneficiados pela data promocional, deve apontar alta de 19,9% nas vendas em novembro, na comparação com o mesmo período do ano anterior. O mesmo movimento é esperado para eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos, cujo faturamento real deve crescer 14,5% na mesma base comparativa. Na sequência, o setor de lojas de móveis e decoração deve crescer 13,5% no período.

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, a Black Friday deve consolidar o processo de reversão do pior ciclo recessivo vivido pelo comércio, iniciado em 2014 e que perdurou até 2016. A recuperação das vendas varejista foi possível com base na ampliação gradativa de fatos econômicos positivos registrados ao longo do ano, tais como a queda na inflação, que abriu espaço para a redução dos juros e elevação do poder de compra dos salários, injeção dos recursos do FGTS, e, principalmente, a recuperação do mercado de trabalho, fator essencial para a restauração da confiança.

Fonte: FecomercioSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *