Serviços despencam 4% em março e anula ganhos de 9 meses de pandemia
12 de maio de 2021
WhatsApp Pay vai concorrer com Pix e pode beneficiar MEI; entenda
17 de maio de 2021

ECONOMIA


ECONOMIA

Parecido com boleto, Pix Cobrança começa hoje, mas sem agendamento

A partir desta sexta-feira (14), bancos e outras instituições financeiras devem oferecer aos clientes o Pix Cobrança. Esse serviço é semelhante a um boleto bancário, só que os dados para pagamento serão acessados por meio de um QR Code.

A ferramenta permitirá que a empresa ou o prestador de serviço emita um QR Code para receber pagamentos imediatos em pontos de venda ou comércio eletrônico, por exemplo; O serviço devia começar também com agendamento de vencimento futuro, mas o Banco Central (BC) deu um tempo a mais para essa funcionalidade.

Será possível detalhar por meio do Pix Cobrança o valor do pagamento, juros, multa e descontos, como é feito no boleto bancário.

Pagamentos agendados só a partir de 1º/7

Por enquanto, até 30 de junho, não será possível agendar pagamentos. Serão aceitos apenas pagamentos na data da leitura do QR Code, com todos os encargos e abatimentos calculados.

A partir de 1º de julho, o pagamento do QR Code poderá ser agendado para data futura.

Funcionamento do Pix Cobrança foi adiado

Todas as funcionalidades do Pix Cobrança deveriam estar disponíveis para os usuários a partir desta sexta.

Entretanto, o BC concedeu um prazo adicional porque os participantes do sistema de pagamentos instantâneos alegaram dificuldades técnicas para oferecer o serviço de pagamento com futura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *