Desemprego bate recorde e atinge 14 milhões de brasileiros, diz IBGE

Banco do Brasil cria plataforma para venda de imóveis rurais
22 de dezembro de 2020
Mercado financeiro reduz expectativa da inflação de 2020 para 4,38%
4 de janeiro de 2021

Levantamento da Pnad Covid aponta que 14,2% da população está fora do mercado de trabalho

Siga o iG no Google News

Por Brasil Econômico | 23/12/2020 10:49 – Atualizada às 23/12/2020 11:22

Brasil Econômico
clt
shutterstockcarteira de trabalho, emprego, clt

Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) , aponta que o desemprego cresceu no país em novembro e bateu novo recorde da Pnad Covid desde o início da série histórica, iniciada em maio. De acordo com o instituto, 14 milhões de pessoas estão fora do mercado de trabalho, o que representa uma taxa 14,2%. Na pesquisa de outubro, a taxa era de 14,1%, com 13,8 milhões de desempregados.Continua após a publicidade

Os dados ainda mostram que as mulheres (17,2%) e negros (16,5%) são maioria na busca por emprego, sendo os jovens entre 14 e 29 anos os mais prejudicados pelo desemprego.

Entretanto, os funcionários que possuem graduação ou pós-graduação (6,7%) são os preteridos pelas empresas na hora de manter os cargos. 

Informalidade

De acordo com o IBGE o número de informais se manteve estável nos últimos dois meses. Cerca de 29,2 milhões de brasileiros trabalham sem carteira assinada, ou seja, 34,5% da população empregada , com destaques para os estados das regiões Norte e Nordeste.Continua após a publicidade

Geração de Empregos

Os dados do IBGE contratam com o levantamento do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados , que mostra um crescimento nas vagas de emprego ofertadas no país. Segundo o Caged, o Brasil criou 414.556 novas oportunidades de trabalho em novembro e atingiu o maior índice da série histórica da pesquisa, iniciada em 1992.

Leia também

A pesquisa feita pelo Ministério da Economia ressalta que a quantidade de admissões é maior que demissões em 2020. No acumulado, o país abriu 227 mil vagas a mais se comparado a 2019.

No semana passsada, o chefe da pasta, Paulo Guedes , projetou que país encerraria o ano com a mesma quantidade de demissões e contratações . Entretanto, os dados de dezembro, segundo o próprio ministério, devem fechar com saldo positivo .

Fonte: undefined – iG @ https://economia.ig.com.br/2020-12-23/desemprego-bate-recorde-e-atinge-14-milhoes-de-brasileiros.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *