Vendas no varejo da região de Ribeirão Preto devem subir 7% em junho, mês do Dia dos Namorados, aponta projeção da FecomercioSP

Vendas do comércio no Dia dos Namorados devem ser melhores que no ano passado, dizem entidades
8 de junho de 2017
Comércio estima crescimento de 2,5% nas vendas no Dia dos Namorados
12 de junho de 2017

Segundo Entidade, a alta será motivada pela combinação positiva de variáveis determinantes do consumo, como juros e inflação em queda, que também devem impulsionar a venda de produtos relacionados à data comemorativa

De acordo com as projeções da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), em junho, mês do Dia dos Namorados, o comércio varejista da região de Ribeirão Preto deve faturar R$ 3,0 bilhões, alta real de 7% na comparação com mesmo mês de 2016. As vendas do varejo paulista devem crescer 3% na mesma base comparativa.

O possível crescimento nas vendas do varejo em junho, segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, significa que as turbulências observadas no âmbito político, ao menos até este mês, não irão comprometer a trajetória de recuperação do movimento varejista observada até o momento. Portanto, a combinação positiva de elementos determinantes do consumo, como a queda notória da inflação, o ciclo de cortes na taxa básica de juros e a elevação na renda agrícola por causa do forte aumento de exportações de commodities (onde São Paulo tem grande presença) acabam por fundamentar a observada melhoria nos indicadores de confiança dos consumidores, gerando, assim, um ambiente favorável ao crescimento das vendas.

Segundo a análise da FecomercioSP, a influência do Dia dos Namorados sobre o desempenho geral do comércio é menor quando comparado ao Dia das Mães, segunda melhor data para o setor, porque muitos casais preferem celebrar esse dia em bares, restaurantes, hotéis e motéis, abrindo mão dos presentes. De acordo com a assessoria técnica da Federação, é muito complexo aferir a real contribuição das vendas decorrentes de uma data comemorativa, mas ao avaliar os resultados históricos das sondagens feitas pela Entidade, fica evidente a preferência dos consumidores por itens de vestuário e calçados, perfumes e cosméticos, joias e bijuterias, além de bombons e flores na hora de presentear.

Fonte: FecomercioSP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *